O Currículo na CASA de Aprendizagens

Uma trilha de vários saberes

"O fundamental é que professor e alunos saibam que a postura deles é dialógica.
Aberta, curiosa, indagadora e não apassivada."
Paulo Freire

A Educação compõe a cultura da vida. A comunidade escolar cria e dissemina cultura, especialmente suas dimensões de pesquisa, debate, prática ecológica, desenvolvimento de raciocínio, ética e valores sócio-políticos. Por isso, o trabalho escolar é comunitário, cidadão e se amplia com o crescimento dos educandos.

Ao mesmo tempo, ele se alarga no desenvolvimento do currículo experimentado nas etapas e modalidades da própria vida escolar. É nesta perspectiva que construímos o currículo da CASA de aprendizagens!

Conforme acreditamos, o currículo não poderia ser imposto, distribuído em apostilas ou simplesmente publicado no Diário Oficial. E isso porque ele se realiza na produção e na circulação de significados, com vistas a gerar identidades dos sujeitos que educam e são educados.

Assim, na CASA de Aprendizagens, entendemos o currículo como uma ação viva e dinâmica, não como uma mera listagem de conteúdos, objetivos e estratégias. Pois, se o currículo é visto como ação que envolve estudantes em seu dia a dia na escola, toda e qualquer investigação ou descoberta deve constituí-lo.

Na CASA de Aprendizagens, o currículo atua, portanto, em uma perspectiva de interação entre bebês, crianças e jovens e entre estes e os adultos.

Por isso, ele não pode ser pensado de modo a apenas outorgar ao educador ou educadora o eterno papel de mediador das investigações e descobertas. Mas sim ser elaborado de forma que o educador se entenda como cocriador de significados, e, o estudante, como protagonista de seus saberes.

Em nossa escola, o estudante é tomado como um ser único, dotado de potencialidades extraordinárias. Neste sentido, consideramos que cada bebê, criança ou jovem seja possuidor de inúmeros recursos afetivos, intelectuais, cognitivos, relacionais, sensoriais. Recursos estes que se evidenciam em uma troca incansável com o contexto cultural e social.

Dentro deste contexto, o desafio da nossa escola e de nossos educadores ou educadoras está em desenvolver atitudes pedagógicas essenciais à CASA de Aprendizagens. Estas são a escuta atenta, o olhar sensível e o diálogo horizontal e circular na construção dos conhecimentos.

Deste modo, nos afastamos de uma perspectiva que coloca a criança em posição de falta ou imperfeição em relação ao que esperamos dela enquanto indivíduo. Não entendemos, portanto, que a escola deva oferecer ao estudante aquilo que se julga faltar em sua vida. E isso porque, para tanto, teríamos que inicialmente definir um padrão de ser humano, para depois concluir o que lhe falta para atingir este padrão.

Acreditamos, sim, na pluralidade das percepções e manifestações do conhecimento que cada ser humano pode vivenciar e compartilhar. Acreditamos nas cem linguagens das crianças, de suas famílias e de nossos educadores e educadoras. Sabemos da complexidade do desafio que abraçamos quando enxergamos o ser humano assim. Mas é por respeito e atenção àquilo que ele pode fazer, e não àquilo que ele não pode, que assumimos esta responsabilidade. E, por isso, nos entendemos enquanto atores e atrizes da formação de seres humanos autônomos, autênticos, livres e, por isso, felizes.

No processo de elaboração da proposta curricular da CASA de Aprendizagens, experienciamos fundamentos do materialismo histórico, no qual se baseia a pedagogia histórico-crítica.

Desde a Primeiríssima Infância até o Ensino Fundamental II, buscando assegurar que a escola cumpra a função de construir conhecimentos produzidos histórica e cientificamente. De forma que a consciência e o desenvolvimento das capacidades e habilidades de nossos bebês, crianças e jovens possibilitem a prática do pensamento crítico.

O currículo, na CASA de Aprendizagens, segue os Parâmetros Curriculares Nacionais, a Base Nacional Comum Curricular e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Porém, a dimensão curricular de nossa escola é fundamentada na Pedagogia de Projetos. E, além desta linha de pensamento, várias outras teorias e estudos compõem e ampliam nossa prática, como a Pedagogia da Autonomia, do mestre Paulo Freire.

Assim, o currículo com seus conteúdos se faz presente, em nossas ações, como provocação para as investigações dos estudantes em áreas de seu interesse. Pois, ao contrário da visão transmissiva e bancária das escolas tradicionais, a CASA de Aprendizagens acredita na perspectiva participativa da pedagogia. E desta forma, na transformação da Educação.

ESCOLA DEMOCRÁTICA

conheça a casa de aprendizagens

entre em contato e agende uma visita

Agende Uma Visita

Casa 1
Rua Dona Germaine Burchard, 197 - Perdizes
Fones: (11) 3862-0934 | (11) 3675-1474

Casa 2
Rua Dona Germaine Burchard, 239 - Perdizes
Fone.: (11) 2338-3920

Casa da Primeiríssima Infância
Rua Melo Palheta, 57 - Perdizes
Fone: (11) 2373-5616

fale conosco

Celular/WhatsApp:
(11) 94593-9959

redes sociais

Casa de Aprendizagens
© 2019-2021 - Todos os direitos reservados