ESCOLA SEM UNIFORME É ESCOLA?

Na CASA de Aprendizagens, sim!

Na nossa escola, acreditamos ser essencial refletir sobre toda e qualquer imposição vertical, como o uso do uniforme.

Entender criticamente o significado histórico e social de certas normas escolares faz parte de nossa proposta educativa.

Ao mesmo tempo em que levantar estas questões com nossos estudantes constitui parte fundamental de nossa relação de ensino-aprendizagem.


[...] tudo que não é natureza bruta, para aquém da sociedade constituída, para aquém do homem que tem uma percepção da natureza e a faz dobrar-se aos seus objetivos, preenchendo-a de significados. Umberto Eco


Por que as escolas usam uniforme?

Este assunto algumas vezes ganhou a mídia travestido de polêmicas em torno do impedimento de entrarem na escola os estudantes sem uniforme. Mas tal debate, quando muito, trazia à tona o direito à educação garantido pela Constituição. E o que nos cabe perguntar é, afinal, o que significa o uniforme escolar e a cultura que o sustenta?

A prática das escolas em estabelecer o uso da mesma roupa entre os estudantes tem sua origem no exército. Esta foi uma das primeiras instituições a adotar uma vestimenta única para todos os seus militares. E, enquanto estratégia de distinção e identificação, ela se estendeu à educação. Os uniformes escolares, como no caso dos militares, também simbolizam as cores, o nome, a tradição e o símbolo de determinados institutos, empresas ou associações.

Em certo período – e em muitos lugares até hoje – o uniforme de uma instituição conceituada foi sinônimo de aceitação social, garantindo status aos seus usuários. Por outro lado, os estudantes uniformizados precisavam manter um comportamento exemplar para proteger a imagem de sua escola, mesmo estando fora dela.

Entre as motivações da adoção do uniforme escolar, poucas, como se vê, se relacionam a uma proposta educativa propriamente dita. Ainda mais se considerarmos, como acreditamos na CASA de Aprendizagens, que uma vestimenta não cumpre apenas a função de cobrir os corpos. Pois as roupas também revelam modos de pensar, sentir, imaginar e agir.


POR QUE NÃO TORNAR OBRIGATÓRIO O USO DO UNIFORME ESCOLAR?

O uniforme escolar mostra-se um artefato cultural que reproduz os padrões estéticos e morais de um determinado grupo. E, desta forma, ele inculca e reforça estes mesmos padrões em quem o usa cotidianamente. Assim, a adoção do uniforme propõe uma espécie de padronização estética, a qual é também introjetada pelos estudantes.

Porém, na CASA de Aprendizagens, acreditamos que um dos propósitos da educação seja o de estimular as individualidades dos sujeitos do saber. E, acima de tudo, respeitar as diferenças. Princípios que se revelam contrários a qualquer forma de uniformização, seja dos corpos e/ou das mentes.

Prezamos, em nossa escola, pela liberdade de bebês, crianças e jovens, uma das condições do brincar e descobrir o mundo por si mesmos. Por isso, incentivamos nossos estudantes a se entregarem, por inteiro, a suas experiências educativas. E tais experiências implicam, algumas vezes, sujar as roupas e os sapatos ou entrar em contato com elementos da natureza, como terra e água.

Portanto, a ideia de uma vestimenta que deva permanecer impecável e à qual se deva ter respeito nos parece contraditória. Pois todos os aspectos que podem ser entendidos como limitadores à experiência não entram em nossa CASA de Aprendizagens. E as roupas são, para nós, um meio para que os estudantes expressem sua individualidade ou sua identificação com determinado grupo.

Em decorrência de tudo isso, na CASA de Aprendizagem, não tornamos obrigatório o uniforme, ainda que a criança seja livre para usá-lo caso queira. Ao mesmo tempo, nas saídas da escola, é imprescindível o uso da nossa camiseta, como estratégia de visualização rápida do grupo. Mas, neste caso, a identificação de que já se falou ganha uma conotação prática e essencial para o quesito segurança.


Sem a adoção do uso obrigatório do uniforme uma escola não só continua sendo uma escola, como assume o seu verdadeiro papel de educar!

ESCOLA SEM DEVER DE CASA E PROVA É ESCOLA?

Agende Uma Visita

Casa 1
Rua Dona Germaine Burchard, 197 - Perdizes
Fones: (11) 3862-0934 | (11) 3675-1474

Casa 2
Rua Dona Germaine Burchard, 239 - Perdizes
Fone.: (11) 2338-3920

Casa da Primeiríssima Infância
Rua Melo Palheta, 57 - Perdizes
Fone: (11) 2373-5616

fale conosco

Celular/WhatsApp:
(11) 94593-9959

redes sociais

Casa de Aprendizagens
© 2019-2022 - CASA de Aprendizagens - Todos os direitos reservados