As Projetações do Ensino Fundamental II

 Nosso quintal é maior que o mundo.
 Manoel de Barros 

A JORNADA PEDAGÓGICA

A Jornada Pedagógica do Ensino Fundamental II, do 2º semestre de 2021 da CASA de Aprendizagens, teve o nome de “Grandes Encontros” e a intenção de alimentar a elaboração de nossas Projetações.

O primeiro desses grandes encontros aconteceu entre educadores e educadoras, com todos os cuidados necessários, ainda no final de julho. Finalmente, nosso coletivo pôde se reunir e vivenciar presencialmente as práticas e reflexões preparatórias para o início das aulas. E, assim também, criar o Tema Provocador de Experiências Investigativas e os eixos que irão conduzir as pesquisas deste semestre. 

A programação desta Jornada Pedagógica foi pautada pelo encontro com grandes nomes da nossa literatura: Carolina Maria de Jesus, Guimarães Rosa e Manoel de Barros. Para proporcionar uma imersão no universo desses artistas, nosso coletivo vivenciou instalações inspiradas nas obras: Quarto de Despejo, Grande Sertão: Veredas e Meu Quintal é Maior do que o Mundo. 

As reverberações dessas experiências puderam ainda ser amadurecidas em mais um grande encontro com o professor de Filosofia da Educação da Universidade de São Paulo, José Sergio Fonseca de Carvalho, que abordou o tema “A Potência da Experiência Escolar”. E para encerrar, uma maratona de jogos e brincadeiras foi conduzida para o despertar do que chamamos de “Chuva de Ideias”! Dessa travessia, nasceu nosso Tema Provocador de Experiências Investigativas, contAÇÕES escreVidas, e os nossos eixos de investigação para o segundo semestre de 2021.

Ele dá continuidade e procura aprofundar o tema que orientou os processos de pesquisa do 1º semestre de 2021: Empatia: Como e por que se deslocar de si para conhecer o outro, se colocar na situação do outro, construindo senso ético?

A seguir, conheça um pouco mais dos nossos eixos e dos autores que os inspiraram!  

Os Eixos de Investigação

EIXO DESIDENTIFICAÇÕES

Pergunta investigativa: COMO DESAUTOMATIZAR OS SENTIDOS PARA EXPERIENCIAR AS IMPORTÂNCIAS E DESIMPORTÂNCIAS DA VIDA?

 Áreas do conhecimento: Matemática, Ciências e Música 

" Quando estou na cidade tenho a impressão que estou na sala de visita com seus lustres de cristais, seus tapetes de viludo, almofadas de sitim. E quando estou na favela tenho a impressão que sou um objeto fora de uso, digno de estar num quarto de despejo."

Carolina Maria de Jesus, Quarto de Despejo

Carolina Maria de Jesus é das primeiras escritoras negras do Brasil, e seu talento literário é considerado um dos mais relevantes do país.
De origem periférica, ela viveu grande parte de sua vida na favela do Canindé, no subúrbio de São Paulo. Sempre amparou a si mesma e a seus três filhos, se empregando como catadora de papel. 
Por isso, sua obra mostra de forma cruel a realidade do cotidiano que a maioria de nós desconhece. E em direção ao qual nos moveremos nesse encontro de vivências e realidades.

EIXO EXISTÊNCIA

Pergunta investigativa: COMO POTENCIALIZAR A CORAGEM PARA LIDAR COM AS DUALIDADES DA CAMINHADA DA VIDA?

 Áreas do conhecimento: Artes, Geografia, Filosofia e História 

" O senhor... Mire veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando."

Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas

João Guimarães Rosa é considerado por muitos o maior escritor brasileiro do século XX e um dos maiores de todos os tempos. A maioria de seus contos e romances é ambientada no sertão brasileiro.
Sua obra se destaca pelas inovações de linguagem, sendo marcada pela influência de modos de falar populares e regionais. Estes, somados à erudição do autor, permitiram a criação de inúmeros vocábulos hoje incorporados a nossa língua.
Assim, o autor oferece um mundo que povoa nossa imaginação e possibilita uma relação com a linguagem para além de sua função meramente utilitária.

EIXO INVENTUREZAS

Pergunta investigativa: COMO DESAUTOMATIZAR OS SENTIDOS PARA EXPERIENCIAR AS IMPORTÂNCIAS E DESIMPORTÂNCIAS DA VIDA?

 Áreas do conhecimento: Jogos e Brincadeiras, Língua Inglesa e Língua Portuguesa 

" A maior riqueza do homem é sua incompletude. Nesse ponto sou abastado. Palavras que me aceitam como sou — eu não aceito. Não aguento ser apenas um sujeito que abre portas, que puxa válvulas, que olha o relógio, que compra pão às 6 da tarde, que vai lá fora, que aponta lápis, que vê a uva etc. etc. Perdoai. Mas eu preciso ser outros. Eu penso renovar o homem usando borboletas."

Manoel de Barros, Retrato do artista quando coisa

Manoel de Barros é o mais aclamado poeta brasileiro da contemporaneidade nos meios literários. Recebeu vários prêmios literários, dentre eles dois Jabutis, e foi membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras.
É conhecido pela criação de neologismos e pelo seu contundente posicionamento em defesa do ócio e, dessa forma, contra as ações pragmáticas. Logo, o autor estimula o olhar crítico à lógica da mercadoria, da produtividade e da velocidade que rege a sociedade contemporânea.
O poeta incentiva a atenção às pequenezas da vida para apreciá-las e criar a partir delas, a fim de desenvolvermos nosso espírito inventivo.

Quer saber como cada área do conhecimento constrói suas pontes com as perguntas investigativas de cada eixo e com o tema do semestre?

Confira o nosso e-book

contAÇÕES escreVIDAS

Ele contém todas as elaborações de nossas Projetações, cada detalhe tecido com amor e muita poesia.

Para visualizar, basta clicar na imagem.

Agende Uma Visita

Casa 1
Rua Dona Germaine Burchard, 197 - Perdizes
Fones: (11) 3862-0934 | (11) 3675-1474

Casa 2
Rua Dona Germaine Burchard, 239 - Perdizes
Fone.: (11) 2338-3920

Casa da Primeiríssima Infância
Rua Melo Palheta, 57 - Perdizes
Fone: (11) 2373-5616

fale conosco

Celular/WhatsApp:
(11) 94593-9959

redes sociais

Casa de Aprendizagens
© 2019-2021 - Todos os direitos reservados